O Projeto Erasmus+ “TRACES – Learning from past racism for a tolerant present and future” (Aprender com o racismo do passado para um presente e futuro tolerante) foi iniciado oficialmente em dezembro de 2020 tendo-se realizado, devido à situação pandémica, 2 meeting´s preparatórios por vídeo conferência. Este projeto destina-se aos alunos do Ensino Secundário e é uma parceria escolar coordenada pela Kaufmannsschule II – Hagen (Alemanha) em que é parceiro o IPE, o Complexo Escolar de Kietrz (Polónia), o Instituto Majorana de Educação Superior (Itália). 

Nos passados dias 26 a 28 de outubro realizou-se na sede da escola coordenadora a primeira atividade de formação de professores em que participaram os professores Daniel Dias (presencial) e Miguel Gonçalves (videoconferência). 

No primeiro dia (26/10), teve lugar uma formação intercultural com Dra. Sandhya Küsters, em que deu a conhecer diversos métodos que celebram a diversidade e facilitam as atividades dos alunos com objetivo de integração no grupo/escola. 

No 2º dia (27/10), a formação centrou-se em duas temáticas: a primeira, dinamizada pela Drª Jasmin Mouissi, sobre o racismo e outras formas de discriminação; e a segunda, dinamizada pelas Drªs Hanna Hittmeyer, Vanessa Schmolke , sobre o trabalho da ONG Volksbund Deutsche Kriegsgräberfürsorge na preservação de túmulos e memoriais de vítimas e de prisioneiros de guerra da 2ª Guerra Mundial. O dia terminou com uma saída de campo ao cemitério de Remberg em Hagen. 

O último dia (28/10) foi passado numa visita guiada com Dr. Reinhard Fromme à localidade de Wewelsburg. O Castelo Wewelsburg foi a sede das Schutzstaffel (SS) comandadas por Heinrich. Aqui encontra-se patente uma exposição que mostra a história desta força militarizada de terror e as biografias dos perpetradores e das vítimas. Visitou-se ainda os vestígios do Campo de Concentração Niederhagen, local onde ficavam presos as vítimas que costumavam trabalhar nas modificações do castelo. Aqui visitou-se ainda o Memorial às Vítimas deste campo de concentração. 

Foi muito comovente para todos vivenciarem a exposição, a Torre Norte do castelo e o memorial aos que morreram. 

Para um futuro próximo, estão agendadas atividades de intercâmbio/visitas de alunos das várias escolas parceiras, sendo a próxima a decorrer no IPE, no 1 trimestre de 2022. 

Mais informações: https://tinyurl.com/traces-erasmus 

@k2_hagen 

@sandras_mix 

#traces_erasmus