Decorreu em 04 de novembro de 2021 uma palestra pelo Sr. Eng.º Luís Almeida, da Direção de Gestão e Operação de Sistema (DGOS) da E-Redes, a dois alunos do 49º CFS de MAT MEa e TM ER e a três docentes do IPE, onde se pode perceber como está implementado no terreno, o Sistema Elétrico Nacional e que desafios futuros se apresentam.

A E-Redes distribui energia para mais de 6 milhões de consumidores, através de uma rede elétrica cujo comprimento das linhas, permite dar 5 voltas ao mundo e cuja potência instalada tem capacidade para acender, em simultâneo, até 850 milhões de lâmpadas de 20W.

A E-Redes é a entidade responsável de distribuição de energia, operando linhas aéreas e cabos subterrâneos para transporte dos níveis de alta, média e baixa tensão, subestações de energia e postes de transformação, garantindo sempre os necessários níveis de qualidade e minimizando as perdas da rede.

Um aspeto importante de ressalvar relacionado com a rede de distribuição da E-Redes é a constante procura de soluções para uma rede elétrica de futuro, como por exemplo, previsão de consumo de energia com algoritmos, projetos de inovação, mobilidade elétrica relacionada com os veículos elétricos, cibersegurança, cidades inteligentes, entre outros. Deste modo, a E-Redes procura soluções no âmbito da sustentabilidade, proteção do ambiente e inovação prevendo um aumento de consumo de energia no futuro.

A subestação visitada fazia a transformação de alta tensão para média tensão, permitindo-nos visualizar todo o processo de seccionamento e proteção da linha, assim como o comando e controlo dos vários equipamentos instalados. A visita de estudo permitiu, de facto, consolidar os conhecimentos básicos relacionados com o processo de distribuição de energia e, este aspeto, foi bastante enriquecedor para o processo de aprendizagem dos alunos. Assim, foi possível observar a realidade de uma subestação bem como os métodos de trabalho e segurança aplicados na infraestrutura.