“O mundo é mesmo pequeno, e o tempo passa literalmente a voar.

Em 1996 tive o Pedro Mamede 262/87 como meu comandante de Pelotão, estava eu no meu 6° ano no então Instituto Militar dos Pupilos do Exército. 24 anos depois foi meu Comandante de voo.

Recordar é viver e hoje respiramos Pilão no cockpit.

Será o primeiro de muitos e bons voos.

Salvé salvé salvé”