O Programa de Promoção e Educação para a Saúde  (PES), levado a cabo no IPE, ambiciona ser fator importante na construção do projeto de vida de cada aluno, na direção de uma cidadania ativa, saudável e feliz.
Desenvolvendo uma literacia da Saúde, permite que a Escola se assuma como o espaço ideal onde as crianças e jovens, individualmente e em grupo, aprendem a gerir a sua saúde e a minimizar fatores que a possam comprometer.
Este Programa, transversal a todo o currículo escolar e em diálogo permanente com ele, é um processo contínuo que visa desenvolver competências que conduzam a escolhas responsáveis e estimulem o espírito crítico.
Dos cinco temas globais identificadas no Referencial de Educação para a Saúde (RES – junho de 2017), “Saúde mental e prevenção da violência” e “Afetos e Educação para a Sexualidade” têm sido dois dos temas prioritários de intervenção no Programa de Promoção e Educação para a Saúde (PES) do IPE.
Neste contexto, têm vindo a ser dinamizadas ações de sensibilização em todos os níveis de ensino, com a colaboração de parceiros externos, nomeadamente técnicos de saúde do Hospital D. Estefânia. Esta intervenção teve início no ano letivo 2016/2017 e, no corrente ano letivo, já participaram neste projeto todas as turmas de 5º e de 6º ano de escolaridade. Estas ações foram extremamente dinâmicas e participadas, tendo sido trabalhados com os alunos os seguintes aspetos:
– consciência de ser uma pessoa única;
– sentido de pertença individual e social;
– comunicar de forma positiva, eficaz e assertiva;
– literacia emocional;
– construir relações positivas com os outros e com o meio ambiente;
– identificar riscos e comportamentos de risco;
– conhecer fatores protetores;
– identificar violência dirigida aos outros e ao próprio;
– adotar uma cultura de respeito e de tolerância;
– desenvolver os valores de cidadania, de solidariedade e de respeito pela diferença;
– adotar comportamentos resilientes e assertivos.

A Coordenadora do PES,
Alexandra Gonçalves”

 

Link do Video