No âmbito da 15.ª Edição do Prémio Fundação Ilídio Pinho “CIÊNCIA NA ESCOLA”, decorreu ontem, dia 17 de Janeiro de 2018 na Escola Secundária Eça de Queirós em Lisboa, a cerimónia de entrega do Prémio de desenvolvimento, aos projetos selecionados, com a presença do próprio Engº Ilídio Pinho.
Em representação do IPE, estiveram presentes os professores coordenadores dos projetos a concurso, Engº Bastos Lopes e Engº João Cortez para receberem o prémio.
Este prémio visa motivar todos os alunos, da Educação Pré-Escolar, dos 1º, 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico e do Ensino Secundário, das diferentes vias de educação e formação, para a aprendizagem das ciências e para a escolha de áreas tecnológicas, mas tem como principal objetivo, a criação de uma cultura científica nas escolas que permita o desenvolvimento de projetos que sejam estruturantes do ponto de vista do perfil do aluno, ligando este perfil de saída da escolaridade obrigatória, à realidade social e empresarial.
Os projetos a concurso devem demonstrar as potencialidades da ciência e da tecnologia como oportunidades de resposta aos desafios do mundo atual, tendo em vista a criação de um mundo melhor para todos.
Foram submetidos a concurso 1250 projetos provenientes de quase 400 escolas, tendo sido selecionados pelo Júri Regional, 128 projetos para a fase de desenvolvimento, dois dos quais submetidos pelo IPE, concorrendo no 4º e 5º escalão, com os títulos, SOSignal e Elevador Electro-Hidráulico, facto que registamos com muito apreço.
As fases que se seguem serão de muito trabalho, no estudo, desenvolvimento e concepção do produto final que deverá de estar concluído em 18 de Maio de 2018, sabendo-se então se farão parte da mostra final dos 100 melhores projetos nacionais.
Boa sorte, muito trabalho e muito empenho é o que desejamos aos alunos e professores envolvidos.
QUERER É PODER”