História do IPE

Os antecedentes do IPE remontam a 1911, quando, por Decreto-Lei de 25 de Maio e por inspiração do General António Xavier Correia Barreto, ao tempo Ministro da Guerra, foi criado o “Instituto Profissional dos Pupilos do Exército de Terra e Mar”.

Desde 1911 até hoje, os planos de estudos sofreram sucessivas reformas, ditadas pela necessidade de acompanhar, internamente, a evolução geral do ensino em Portugal. Tais reformas, porém, sempre tiveram presentes quatro aspectos característicos deste Instituto, dignos de relevo:

  • A coexistência de vários cursos e de diferentes níveis de ensino;
  • A equiparação, para todos os efeitos, dos cursos ministrados aos correspondentes cursos dos estabelecimentos civis de ensino;
  • A instrução militar, ministrada em função da idade e/ou preparação académica;
  • O papel importante da educação física no desenvolvimento global dos alunos.

Ao longo dos seus anos de vida, o IPE desenvolveu uma acção altamente valiosa, educando e ensinando milhares de cidadãos que, na vida prática, têm granjeado prestígio e credibilidade à instituição que os formou, acção essa que já mereceu diversas distinções e condecorações: