“Prezado Sr. Diretor do IPE, Coronel Miranda Soares, boa noite,

Sou mãe e encarregada de educação de um rapaz que, ao dia de hoje é já considerado ex-aluno, mas o qual ainda se encontra na recta final do término do seu 12º ano na escola pelo Sr. dirigida, o Instituto dos Pupilos do Exército.

Embora não pretenda alongar-me em palavras, importa mencionar o peso, a relevância que todos vós, o Instituto em si, tiveram sobre o meu educando e por conseguinte, sobre mim própria enquanto mãe. Devo dizer que os objectivos/ideais identificados pelo IPE ao nível da missão, da visão e dos valores, foram amplamente aplicados e concretizados. A educação cívica, intelectual e física a par da promoção e desenvolvimento de valores, atitudes e práticas conduziu a uma harmoniosa formação do jovem, formaram mais um Cidadão Útil à Pátria! Obrigada!

É um verdadeiro orgulho dizer que o meu filho aprendeu convosco, que cresceu no seio do IPE!… ganhou muitos amigos/irmãos e, acredito, alguns pais também!
Agradeço todo o empenho, a partilha de vivências, as cerimónias extraordinárias e todo a cordialidade e amabilidade com que sempre me receberam!…
Pelas razões aqui expostas e por outras que eventualmente possa ter esquecido, faço ainda saber que, o IPE é por mim recomendado e agraciado em todas as oportunidades convenientes.

Assim, e para terminar, envio os meus maiores e sentidos agradecimentos a todo o colectivo humano do IPE os quais, por ser o representante do Instituto, lhe peço que os receba por esta missiva e, se assim o entender, poder partilhar este que é um agradecimento extensivo a todos, inclusivé “(…)até à senhora da lavandaria que coloca o botão na farda(…)”!
Muito obrigada!!!

Cordiais saudações,
(…)”